**Porque tamanho não é documento e dinheiro não traz felicidade. (Autor desconhecido, pobre e com certeza tem pinto pequeno)** MARMANJJUS O BLOG: Assassino Importado

27 setembro 2009

Assassino Importado

Um certo casal era louco para ter um filho, mas tentavam e tentavam e nunca conseguiam.
Até que um dia a moça engravidou, mas, quando deu à luz, descobriram que não era um bebê, era só vento. Aí o marido passou a ser chamado de “Pai do Vento”.
O tempo passou, o apelido pegou e o marido passou a ser alvo de gozação em toda a cidade. “Pai do Vento” pra cá, “Pai do Vento” pra lá. Um dia, ao ser abordado por um sujeito de bicicleta, o marido perdeu a paciência e deu um tiro nele.
No seu julgamento, o juiz pergunta:
— Quem atirou no rapaz?
— Fui eu.
— Mas por quê? Ele chamou o senhor de “Pai do Vento”?
— Me chamar de “Pai do Vento”, tudo bem, o problema é que ele pediu meu pinto pra encher o pneu da bicicleta.

1 Comentários:

Brigadeiro disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Nossa tadinho do cara, aguentar a gozação da cidade toda é ruim, mas passar por essa gozação sem nenhuma reação, aí é pedir demais!!!